Novidades

Investimento privado para reforçar a segurança do RS chama a atenção de outros Estados

22 de junho de 2018 Posted by admin

No Fórum Nacional de Tecnologia e Inovação na Segurança Pública, em Bento Gonçalves, Claudio Goldsztein animou o público com os resultados do Instituto Cultural Floresta e pediu apoio para a ideia do Projeto de Lei de Incentivo a Segurança que a entidade apresentou ao governo do RS em março na solenidade de doação das 46 caminhonetes Pajero à Brigada Militar e à Polícia Civil

Claudio Goldsztein no Fórum Nacional de Tecnologia e Inovação na Segurança Pública (Foto: Divulgação)

 

Evento que em dois dias concentrou na serra gaúcha as principais autoridades do país em busca de soluções no combate à violência, o 8º Fórum Nacional de Tecnologia e Inovação na Segurança Pública teve na participação do Instituto Cultural Floresta um motivo de esperança. Após pronunciamento do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, o presidente do Conselho do Instituto Cultural Floresta, Claudio Goldsztein, mostrou como, graças à participação da sociedade, as polícias estão recompondo o poder de combate ao crime.

 

Um momento na palestra, que teve como título “Investimentos privados para a melhoria da segurança pública: case do Rio Grande do Sul”, representou o impacto que a iniciativa de um grupo empresários está alcançando na sociedade. Ao finalizar a apresentação, Goldsztein projetou fotos que havia recebido minutos antes, de um lote de 220 pistolas Glock doadas para a Polícia Civil. As imagens foram recebidas com muitos aplausos. Goldsztein agradeceu o apoio à iniciativa e reforçou a importância de ser aprovado o Projeto de Lei de Incentivo à Segurança, que está em análise na Secretaria Estadual da Fazenda e deve ser encaminhado em breve para a Assembleia Legislativa. Este projeto será  capaz de gerar cerca de R$ 300 milhões ao ano em doações de equipamentos para a área de segurança.

 

“Se aprovado na forma que foi sugerido para o governo, além de compras mais ágeis e com menor custo, projetos desenvolvidos através da nova lei resolverão problemas históricos de muitos departamentos ligados aos serviços de segurança, não apenas a falta de viaturas e armamento, permitindo que o governo use parte do orçamento para combater outras deficiências graves como a falta de efetivo”, destacou Goldsztein.

 

Pistolas que reforçam a Polícia Civil graças à iniciativa do Instituto Cultural Floresta (Foto: Divulgação)

Antes da palestra do presidente do Conselho do Instituto Cultural Floresta, um painel reuniu secretários de Segurança de quatro Estados: Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, onde as ações do ICF também foram citadas. O evento, que ocorreu na Fundação Casa das Artes, em Bento Gonçalves, até as 17h30min desta sexta-feira, 22 de junho, teve como foco compartilhar soluções na área de Segurança Pública. Abordou temas, tendências, desafios e perspectivas do que há de mais moderno no mercado mundial, além do intercâmbio de informações do que já está aplicado nos Estados e municípios brasileiros.

 

A realização do 8º Fórum Nacional de Tecnologia e Inovação na Segurança Pública mobilizou uma série de instituições, incluindo a Prefeitura de Bento Gonçalves, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul – SSP/RS, o Colégio Nacional dos Secretários de Segurança Pública -(Consesp), o Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC) e a Associação dos Secretários e Gestores Municipais de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul.

 


Outras novidades



Integrados no mesmo tema (Zero Hora)

22 de agosto de 2018

Candidatos ao governo do Estado expuseram suas proposta para a segurança...

Ler mais

Entidades querem ICMS na segurança (Correio do Povo)

13 de agosto de 2018

Se aprovado, projeto de lei poderá injetar até R$ 200 milhões...

Ler mais




Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba informativos

E-mail