Novidades

Investimento privado para reforçar a segurança do RS chama a atenção de outros Estados

22 de junho de 2018 Posted by admin

No Fórum Nacional de Tecnologia e Inovação na Segurança Pública, em Bento Gonçalves, Claudio Goldsztein animou o público com os resultados do Instituto Cultural Floresta e pediu apoio para a ideia do Projeto de Lei de Incentivo a Segurança que a entidade apresentou ao governo do RS em março na solenidade de doação das 46 caminhonetes Pajero à Brigada Militar e à Polícia Civil

Claudio Goldsztein no Fórum Nacional de Tecnologia e Inovação na Segurança Pública (Foto: Divulgação)

 

Evento que em dois dias concentrou na serra gaúcha as principais autoridades do país em busca de soluções no combate à violência, o 8º Fórum Nacional de Tecnologia e Inovação na Segurança Pública teve na participação do Instituto Cultural Floresta um motivo de esperança. Após pronunciamento do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, o presidente do Conselho do Instituto Cultural Floresta, Claudio Goldsztein, mostrou como, graças à participação da sociedade, as polícias estão recompondo o poder de combate ao crime.

 

Um momento na palestra, que teve como título “Investimentos privados para a melhoria da segurança pública: case do Rio Grande do Sul”, representou o impacto que a iniciativa de um grupo empresários está alcançando na sociedade. Ao finalizar a apresentação, Goldsztein projetou fotos que havia recebido minutos antes, de um lote de 220 pistolas Glock doadas para a Polícia Civil. As imagens foram recebidas com muitos aplausos. Goldsztein agradeceu o apoio à iniciativa e reforçou a importância de ser aprovado o Projeto de Lei de Incentivo à Segurança, que está em análise na Secretaria Estadual da Fazenda e deve ser encaminhado em breve para a Assembleia Legislativa. Este projeto será  capaz de gerar cerca de R$ 300 milhões ao ano em doações de equipamentos para a área de segurança.

 

“Se aprovado na forma que foi sugerido para o governo, além de compras mais ágeis e com menor custo, projetos desenvolvidos através da nova lei resolverão problemas históricos de muitos departamentos ligados aos serviços de segurança, não apenas a falta de viaturas e armamento, permitindo que o governo use parte do orçamento para combater outras deficiências graves como a falta de efetivo”, destacou Goldsztein.

 

Pistolas que reforçam a Polícia Civil graças à iniciativa do Instituto Cultural Floresta (Foto: Divulgação)

Antes da palestra do presidente do Conselho do Instituto Cultural Floresta, um painel reuniu secretários de Segurança de quatro Estados: Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, onde as ações do ICF também foram citadas. O evento, que ocorreu na Fundação Casa das Artes, em Bento Gonçalves, até as 17h30min desta sexta-feira, 22 de junho, teve como foco compartilhar soluções na área de Segurança Pública. Abordou temas, tendências, desafios e perspectivas do que há de mais moderno no mercado mundial, além do intercâmbio de informações do que já está aplicado nos Estados e municípios brasileiros.

 

A realização do 8º Fórum Nacional de Tecnologia e Inovação na Segurança Pública mobilizou uma série de instituições, incluindo a Prefeitura de Bento Gonçalves, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul – SSP/RS, o Colégio Nacional dos Secretários de Segurança Pública -(Consesp), o Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC) e a Associação dos Secretários e Gestores Municipais de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul.

 


Outras novidades



Instituto Cultural Floresta divulga relatório

24 de outubro de 2018

Em 15 de outubro de 2018, o Instituto Cultural Floresta consolidou...

Ler mais

Integrados no mesmo tema (Zero Hora)

22 de agosto de 2018

Candidatos ao governo do Estado expuseram suas proposta para a segurança...

Ler mais




Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba informativos

E-mail